Blog da Agility

Configurando CIFS Server no Clustered Ontap 8.3.1

Configurando CIFS Server no Clustered Ontap 8.3.1

O protocolo CIFS (Common Internet File System) é um protocolo de compartilhamento nativo de sistemas operacionais Windows, que permite aos usuários finais acessarem arquivos compartilhados em um servidor, utilizando o protocolo TCP/IP.

Com o Clustered Ontap 8.3.1 o administrador do storage pode criar compartilhamentos CIFS, definir cotas de acesso e configurar o balanceamento de DNS, onde vários IPs respondem para um único hostname, o que garante redundância de acesso.

Abaixo, ilustraremos os passos necessários para criar um CIFS Server numa controladora rodando o Clustered Ontap 8.3.1.

Inicialmente, antes de configurar o CIFS Server, devemos atender alguns pré-requisitos. O principal deles é configurar a subnet na qual as lifs (Logical Interfaces) irão trafegar os dados dos clientes.

Na subnet, são definidos os endereços IPs, portas físicas, gateway e rede que serão utilizadas pelas lifs.

Para criar uma subnet, siga os seguintes passos:

  1. No painel esquerdo do System Manager, selecione a aba Cluster;
  2. No painel esquerdo, navegue até cluster_name > Configuration> Network;
  3. No painel direito, selecione a aba Subnet e em seguida Create;

20160106_Criando CIFS Server_CDOT01
figura 01

Na janela “Create Subnet” preencha os campos da seguinte forma:

  1. “Subnet Name”: O nome da subnet, ex: demo;
  2. “Subnet IP/Subnet mask: endereço da rede e máscara de rede, ex: 168.0.0/24;
  3. “IP Address”: Neste campo, é possível definir vários endereços de IP para a subnet em criação. Caso seja necessário definir um Range de IP o input deve ser da seguinte forma:  168.0.131-192.168.0.139;
  4. “Gateway”: O gateway da rede configurada, ex: 168.0.1;
  5. Clique no botão

20160106_Criando CIFS Server_CDOT02
figura 02

  1. Selecione Default e clique em

20160106_Criando CIFS Server_CDOT03
figura 03

  1. Para verificar as portas existentes no Broadcast Domain selecionado, clique em Show ports on this domain. Em seguida, clique no botão Create para criar a Subnet;

20160106_Criando CIFS Server_CDOT04
figura 04

Com a subnet criada, o próximo passo é criar o svm (Storage Virtual Machine) que será responsável pelo acesso e configuração do CIFS Server.

Para isso, siga os passos abaixo:

  1. No System Manager, abra a aba Storage Virtual Machines;
  2. Selecione o cluster e no painel direito;
  3. Clique em

20160106_Criando CIFS Server_CDOT05
figura 05

  1. “SVM Name”: digite o nome da svm.
  2. No campo Data Protocols selecione os protocolos que serão configurados no SVM;
  3. No campo Security Style selecione NTFS;
  4. No campo Root Aggregate selecione o aggregate que será utilizado;
  5. No campo Search Domains insira o domínio no qual o CIFS Server será configurado;
  6. No campo Name Servers insira o endereço IP dos servidores Domain Controller;
  7. Clique em Submit e em seguida Continue.

 20160106_Criando CIFS Server_CDOT06
figura 06

  1. No campo Subnet, selecione a Subnet criada;
  2. No item PORT, clique em Browse para selecionar a porta física na qual a lif de dados irá residir.

20160106_Criando CIFS Server_CDOT07
figura 07

20160106_Criando CIFS Server_CDOT08
figura 08

  1. No campo CIFS Server Name complete com o nome do CIFS Server desejado;
  2. No campo Active Directory complete com o nome do Active Directory;
  3. No campo Administrator Name complete com a conta Domain Admin responsável pelo login do CIFS Server no domínio;
  4. No campo Administrator Password complete com a senha da conta Domain Admin;
  5. Por fim, clique em Submit & Continue.

20160106_Criando CIFS Server_CDOT09
figura 09

  1. No campo Password preencha com a senha de gerenciamento da Storage virtual Machine e em seguida confirme em Confirm Password;
  2. Clique em Submit & Continue.

20160106_Criando CIFS Server_CDOT10
figura 10

  1. Revise as configurações feitas na svm e para finalizar a configuração, cliquem em OK.

20160106_Criando CIFS Server_CDOT11
Figura 11

O CIFS Server foi configurado com sucesso, porém, durante sua configuração foi configurada uma lif de dados para a svm. As melhores práticas da NetApp recomendam que sejam criadas ao menos uma lif de dados de svm em cada node do cluster.

Para criar uma nova lif de dados para a svm, siga os seguintes passos:

  1. No painel esquerdo, navegue até cluster_name> Configuration>Network;
  2. No painel direito, selecione a aba Network Interface e em seguida clique em Create.

20160106_Criando CIFS Server_CDOT12
figura 12

  1. No campo Name preencha com o nome da lif a ser criada;
  2. No campo Interface Role selecione Serves Data;
  3. No campo SVM selecione o svm criado no passo anterior;
  4. No campo Protocol Acess selecione os protocolos que serão configurados na lif;
  5. Selecione a opção Enable Management Access;
  6. Em Subnet selecione a subnet criada;
  7. Selecione a opção Auto-select the IP Address from this subnet;
  8. Na opção Port Selecione a porta física na qual a lif irá residir (a porta deve estar no outro node do cluster).
  9. Clique em Create;

20160106_Criando CIFS Server_CDOT13
Figura 13

Note que agora, a svm criada possui duas lifs de dados:

20160106_Criando CIFS Server_CDOT14
figura 14

Por último, devemos configurar o DNS delegation para a svm criada para que os clientes possam de forma automática utilizar ambas as lifs de dados criadas. Para configurar o DNS delegation, o DNS Server deve delegar ao cluster a responsabilidade pela zona DNS correspondente ao hostname da svm, por exemplo: svm1.demo.netapp.com.

Uma vez que a delegação estiver configurada no servidor DNS, é hora de configurar a delegação no cluster. Para isso, acesse o cluster via CLI e digite os seguintes comandos:

network interface modify –vserver svm_name –lif lif_name –dns-zone fqdn_svm

Exemplo:

20160106_Criando CIFS Server_CDOT15
figura 15

Para validar a delegação de DNS, por um servidor inserido no domínio, utilize o nslookup.

20160106_Criando CIFS Server_CDOT16
figura 16

Pronto. A configuração do CIFS Server foi finalizada com sucesso, segundo as melhores práticas da NetApp.

A partir desta configuração, o administrador do storage pode criar volumes, qtrees e shares para disponibilização de dados aos clientes finais.

A configuração do CIFS Server é simples, mas deve ser feita com atenção e seguindo as melhores práticas da NetApp, a fim de prover disponibilidade, segurança e redundância dos dados.

21,962 acessos, 3 views today

Sem comentários ainda.

Deixe um comentário

Você deve estar Logado para postar um comentário.